Caso Neymar: O fim da honra e do Mérito

Esporte agora é só comércio e dinheiro. Acabou-se o mérito a competitividade e o “que vença o melhor”. O caso Neymar do Santos F.C. é o típico produto do que fizemos do nosso futebol arte após o time de 1982. E ainda tem o caso dos irmãos Bueno. Mas o pior mesmo é o exemplo que estamos criando para as gerações: até no esporte só vence quem tem dinheiro… Um vídeo para mostrar minha opinião (indignada) com tudo isso.

Ir direto para o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=qdhIOtSNI9g

3 comments

  • Lucas Santos

    Bom, comecei a gostar de futebol com uns 5, 6 anos de idade.
    Era o quê? 1992, 93… Época do São Paulo do Telê.
    Isso foi o que de melhor eu vi no futebol.
    Tenho a impressão que, de meados da década de 90 pra cá, o futebol só piorou.

    Fico “viajando” quando ouço pessoas mais velhas comentarem que viram Sócrates, Pelé, e como no caso de meu avô, Garrincha, Canhoteiro…

    Sem falar no romantismo: os timassos de Corínthians, Palmeiras, São Paulo, Grêmio, quando iam jogar no interior contra os times pequenos, muitas vezes tomavam um show de bola.

    Marcos, na boa… eu fico 1h e meia ouvindo sobre o futebol de antigamente. Mas não fico 90 minutos assistindo a um jogo de hoje na TV.

    Além de termos virado exportadores de jogadores (o atleta virou commoditi), como consequência, temos times sem entrosamento. Pelé quando rolou a bola para o Carlos Alberto Torres sabia que ele estaria naquele lugar para chutá-la. Hoje, você pensou em tocar a bola pro lado, seu companheiro de time já foi vendido para a Europa.

    O futebol foi engolido pela Globalização. O Capitalismo venceu, não venceu? Então temos de engolir esse futebol podre.

    Lembro do Cazuza: “Enquanto houver burguesia, não vai haver poesia”.

    A burguesia matou a poesia do futebol. E hoje com 13 anos um proto-jogador já tem seu passe vendido a um… empresário.

    Na boa, prefiro estar na companhia de alguém mais velho para ouvir as histórias do futebol de antigamente.

  • Abner Queiroz

    Realmente Marcos…
    Ps gostei do final, a olhadinha pra camisa
    Abraços!

  • Vinicius Zaparoli

    Aqui no Brasil hoje em dia as pessoas já pensam em jogar futebol,com a intenção de ganhar dinheiro e não de usar suas habilidades,não de honrar a cultura e o esporte preferido do Brasil,e talvez do mundo…
    A burguesia muitas vezes tiram a humildade da pessoa,e é isso que anda acontecendo aumentou o salario e acha que pode…

Deixe uma resposta