Aquecimento Global, cientistas, Governos e Copenhague

aquecimento_global_terra_quente Nesses dias em que o mundo se prepara para mais uma conferencia mundial sobre o clima – já tivemos outras duas: Rio92, Quioto97 (aquela do protocolo) e agora Cop15 – tivemos de tudo um pouco, principalmente coisas para desviar a atenção para questões menos importantes. Até apareceram supostos e-mails de cientistas que fraudaram números do aquecimento global exagerando a coisa.

Só tenho uma opinião: pouco importa se a culpa do aquecimento é do Homem ou é um processo da natureza sempre em mutação e esta é apenas uma dessas fases de TPM do Planeta. O que é fato é que estamos em um mundo de recursos finitos e já está ficando insuportável viver por aqui (mas não temos outro lugar para ir).

aquecimento-global

Aos cientistas cabe, não ficar trocando e-mails ou manipulando dados, mas mostrar de forma concreta o que devemos fazer para viver de forma sustentável e a longo prazo. Ninguém precisa manipular dados, as provas estão a olhos vistos. Tenho um amigo de Compenhague (na Dinamarca) e estive lá em Dezembro de 2007 para o natal. Não vi neve.

Esse meu amigo, Mikkel Fessel, contou-me que já faz alguns anos que não neva como era em sua infância (ele ele tem hoje 30 anos de idade) ou seja, 20 anos atrás nevava mais do que hoje em dia, num dos lugares mais frios que já fui. Se isso não é sinal de que tem algo errado, então…

Só queria mesmo que os Governos entendessem que as questões de clima e sustentabilidade afetam a todos, rico e pobres e que é preciso uma redistribuição de renda (se é que já tivemos alguma antes) e distribuir melhor o uso dos recursos, para que também a vida de todos seja sustentável e suportável.

Deixe uma resposta